Mica

Pinheiros é um dos bairros que ando frequentando mais por conta das novidades. O Goose Island, o Pitico e outros são lugares que temos ido por conta do ambiente diferente.

Um dia, caminhando em direção ao Pitico pois estava com vontade de comer falafel, passamos por uma “porta” que dava para um ambiente muito legal. Gostei imediatamente e fiz meu namorado prometer que logo em breve iríamos lá.

Mas esse foi um dos restaurantes que tive que anotar no meu caderninho para não esquecer, pois não se trata de uma escolha óbvia. No primeiro domingo que fez sol depois do dilúvio, fomos lá. Tem que chegar cedo, pois o lugar não é grande e o serviço vai ficando mais confuso a medida que o local vai enchendo.

A proposta do restaurante caiu como uma luva para nós. Somos fãs de comida oriental e queríamos muito um lugar que servisse várias porções para comermos com gohan. E a proposta do Mica é justamente essa. Diversas porções a 14 reais, todas com uma pegada oriental, para você comer enquanto toma algum drink, acompanhado de uma porção de arroz.

Abaixo algumas fotos do que provamos. Descrições nas legendas.

Couve de Bruxelas com um toque azedinho que não conseguimos chegar a conclusão do que seria. Muito gostoso.

Couve de Bruxelas com um toque azedinho que não conseguimos chegar a conclusão do que seria. Muito gostoso.

Conserva de berinjela. Tem um gostinho de shoyu com cebolinha. Esse foi o hors-concours da tarde! Uma delícia, delícia, delícia. Note que apesar da porção custar "apenas" 14 reais, ela é pequena. No final acabamos percebendo isso. 

Conserva de berinjela. Tem um gostinho de shoyu com cebolinha. Esse foi o hors-concours da tarde! Uma delícia, delícia, delícia. Note que apesar da porção custar "apenas" 14 reais, ela é pequena. No final acabamos percebendo isso. 

Quiabo com manteiga de missô. O quiabo é muito gostoso por si só, porém não notamos quase nada de missô. Lá no fundo, o indefectível potinho de gohan que nos seguiu por toda a refeição.

Quiabo com manteiga de missô. O quiabo é muito gostoso por si só, porém não notamos quase nada de missô. Lá no fundo, o indefectível potinho de gohan que nos seguiu por toda a refeição.

Charutinho de porco. Esse foi o que a gente tinha a expectativa mais alta, mas que acabou não sendo correspondida. O interior é carne de porco moída, o que comprometeu um pouco a textura. De qualquer jeito, gostoso.

Charutinho de porco. Esse foi o que a gente tinha a expectativa mais alta, mas que acabou não sendo correspondida. O interior é carne de porco moída, o que comprometeu um pouco a textura. De qualquer jeito, gostoso.

Guioza de mexilhão. Esse não valeu muito a pena, pois a gente sempre espera que tenha aquele gostão de frutos do mar. Não foi o caso. E fora que aconteceu um fato que ocorre com muita freqüência em outros restaurantes também: ao cozinhar no vapor, não checam se a massa está cozida antes de servir. Esse guioza veio com a massa um pouco crua.

Guioza de mexilhão. Esse não valeu muito a pena, pois a gente sempre espera que tenha aquele gostão de frutos do mar. Não foi o caso. E fora que aconteceu um fato que ocorre com muita freqüência em outros restaurantes também: ao cozinhar no vapor, não checam se a massa está cozida antes de servir. Esse guioza veio com a massa um pouco crua.

Ficamos de voltar para fazer a outra metade do cardápio. Mas se tenho uma dica para dar por enquanto é: escolha os pratos de vegetais, uma boa companhia e fique lá por horas batendo papo :).

MICA: R. Guaicuí, 33 - Pinheiros, São Paulo. Aberto de terça à domingo, do 12:00 às 00:00.