Quem bate?

Gente, o frio chegou.

Não sei onde você, leitor, mora, mas aqui pro sudeste estamos congelando! Eu AMO frio, mas confesso que estava esquecida de como é passar frio em São Paulo. Fazia tanto tempo que não tinha um frio de verdade que me dei conta que doei todos os meus casacos, e meu agasalho mais quentinho agora... não tem mangas, veja só que útil.

Aproveitando o “gancho” (me perdoem a expressão), vou dividir com vocês meu desejo máster de inverno: lámen.

Estou reparando que está um tal de abrir casa de lámens por aí. Sou fã cativa há alguns anos do Áska, e já experimentei o do Lamen Kazu, mas preciso conferir o motivo de tanto fervo (e fila) das novas casas dessa famosa e nutritiva sopa.

Lámen do querido Áska. E uma espiadinha do melhor guioza do mundo.

Lámen do querido Áska. E uma espiadinha do melhor guioza do mundo.

Se essa refeição deliciosa já tinha virado “moda” enquanto estávamos sob um calor escaldante – alguém consegue se lembrar que há dois meses no feriado de Tiradentes estávamos D-E-R-R-E-T-E-N-D-O? –, imagine agora.

Na minha última viagem a Nova York pude experimentar dois lámens novos e famosos: o Totto Ramen e o Momosan. Devo dizer que fizeram jus à fama e me fizeram voltar inspirada para dividir essa receita com vocês.

O ótimo lámen do descolado Momosan.

O ótimo lámen do descolado Momosan.

Essas vocês já viram: lámen do Totto Ramen. Mas é tão bom que vale a pena repetir.

Essas vocês já viram: lámen do Totto Ramen. Mas é tão bom que vale a pena repetir.

Caso você não tenha acesso, ou não esteja afim de encarar uma bela fila, siga a receita abaixo e seja feliz! As variações são inúmeras e a versão abaixo é apenas uma delas. Normalmente, um verdadeiro lámen é composto por três pilares: o caldo, o macarrão, e os acompanhamentos. O caldo geralmente é cozido por horas, mas quando estou em casa é mais fácil optar pela versão mais rápida.

Dá para fazer uma base de shoyu ou missô, usar como proteína carne de porco, frango ou ovo, e usar de topping o que sua imaginação permitir (e combinar), mas podemos mencionar broto de bambu, alga nori fatiada, cebolinha fatiada, ovo cozido no caldo, massa de peixe, omelete picada bem fininha, lombo de porco bem macio fatiado... Se estiver sem inspirações, é ó buscar no Insta e terá uma bíblia de Lámens! Bom apetite (se estiver se sentindo típico, quando mais barulho ao tomar a sopa, melhor!).

LÁMEN (para 5 porções)

Caldo:

  • 6 xícaras de água
  • 4 colheres de sopa de pasta de missô
  • 1 envelope de caldo para hondashi

Lámen:

  • 500 g de macarrão para lámen (sempre pode adicionar mais se quiser)
  • ½ pacote de broto de feijão – Moyashi
  • 1 pacote de broto de bambu em conserva - Takenoko
  • 1 pacote de massa de peixe em fatias – Chikuwa
  • 1 pacote de massa de peixe fatiada rosa – Naruto
  • 1 maço de cebolinha fatiada
  • 1 omelete simples feito com 2 ovos batidos e sal. Fazer em uma frigideira bem grande e bem untada, e escorra de maneira a ficar bem fininha. Depois de desligar e esfriar, fatiar bem fino.
  • 1 pacote de alga nori fatiada.

Modo de preparo:

Faça um omelete bem fino em uma frigideira bem grande e deixe esfriar. Depois de esfriar, fatie bem fininho e reserve. Fatie o broto de bambu, reserve. Separe e lave os brotos de feijão. Lave e fatie a cebolinha bem fino. Deixe tudo em potinhos separados.

Caldo: Dissolva a pasta de missô e o hondashi em água fervendo e faça o caldo. Experimente. Se estiver muito salgado acrescente mais meia xícara de água fervente até ficar bom. Nesse caldo, cozinhe as fatias de massa de peixe, retire e reserve.

Em uma outra panela, ferva cinco litros de água (não o caldo) para cozinhar o macarrão. Depois de ferver a água, adicione o macarrão e mexa constantemente para não grudar. Cozinhe até ficar al dente. Escorra a água do macarrão.

Monte os lámens: adicione o caldo, acomode uma boa porção de macarrão ao fundo. Por cima, de uma maneira bem decorativa, coloque bocados dos ingredientes (broto de feijão, broto de bambu, omelete fatiado, massa de peixe branca, massa de peixe rosa e por cima a alga e a cebolinha fatiadas) até completar a parte de cima. Monte rápido para não esfriar o lámen. Sirva muito quente. Bom apetite!

Nosso homemade lámen feito especialmente pelo namorado. Uma delícia!

Nosso homemade lámen feito especialmente pelo namorado. Uma delícia!