Café da manhã

Atenção: se você é daquelas pessoas que sofrem de mau-humor crônico matinal, então esse texto não é o mais indicado para você.

Bom, ou talvez seja, né? Bom dia dia!!!!

Como você leitor já deve ter adivinhado, esse relato é dedicado à melhor refeição do dia: o café da manhã.

Entendo que eu ser uma pessoa matinal desperta emoções apaixonadas em outras pessoas, que vão do amor ao ódio. Mas não posso conter minha empolgação ao ver uma mesa de café da manhã posta. Eu não me lembro da última vez que passei sem comer ou tomar qualquer coisinha... o dia só começa depois disso!

Eu acredito muito que o amor pelo desjejum é uma questão de hábito. Não entendo as pessoas que não conseguem comer pela manhã, têm horror à qualquer coisa salgada, que conseguem chegar até o meio-dia (MEIO-DIA!) sem nada no estômago.

Eu, pessoa faminta que sou, confesso que o principal fator que me motiva a pular da cama tão cedo é: comer! :)

Tenho algumas dicas que funcionam para mim. Se você acorda enjoado (atenção, não sou especialista) pode querer dizer que você tenha comido muito, e muito perto na hora de dormir na noite anterior; ou tenha bebido pouca água; ou bebeu muito álcool. Os fatores variam, mas jantar cedo e leve, além de ser mais saudável, contribui para sua animação matinal.

Quando digo café da manhã, não quero dizer um desses de novela ou de hotel todo santo dia. Tenho uma fórmula da felicidade que vou descrever logo a seguir. Mas não descarte fazer um desjejum ultra mega especial de vez em quando. Uma das minhas melhores lembranças são os cafés que eu preparava para minha mãe no dia das mães (mesmo que isso envolvesse acordar as 4 da manhã para preparar muitas guloseimas para uma pessoa madrugadora).

A minha fórmula da felicidade matinal é constituída de: (não se deixe enganar pelos termos de dieta). Escolha um item de cada.

Juro que minha intenção não era cobrir o iogurte com granola... mas ela simplesmente caiu ali! hehe

Juro que minha intenção não era cobrir o iogurte com granola... mas ela simplesmente caiu ali! hehe

= Uma bebida quente - café de coador, café espresso, café com leite, chá, chai, leite quente, chocolate quente, capuccino.

+

Um carboidrato - pão francês, pão integral, torrada, pão de queijo, croissant (hummmmm), brioche, tapioca, waffles, bolo, panquecas estilo americano, granola, aveia.

+

Uma proteína - ovo, peito de peru, iogurte, queijo branco, queijo cottage, frios diversos, salmão defumado (para os chiques), bacon (para os indulgentes).

+

Uma fruta - o indefectível mamão, (desde que cortado, sem pele e sem semente), banana, suco de laranja, frutas vermelhas, laranja descascada, melão, abacaxi.

+

Uma "graça" - requeijão, manteiga, geléia, mel, nutella (O.O), doce-de-leite...

+

Um elemento cultural - música (minha preferida), jornal na TV, jornal no papel, revista, livros, conversa interessante, etc. (tente deixar o celular de lado, estou me desafiando a fazer isso).

Tudo isso somado = felicidade.

Definindo felicidade no Le Pain Quotidien.

Definindo felicidade no Le Pain Quotidien.

Para ser mais prático, deixe a mesa posta na noite anterior. Uma máquina de café (tipo Nespresso ou Dolce Gusto), ter pães congelados no freezer, deixar frutas previamente picadas ou juntar tudo em uma bandeja, tudo pode facilitar para você. Eu definitivamente recomendo: o meu dia muda depois de sentir cheiro de café.

E para te animar, te deixo um presente: fiz uma lista de músicas no Spotify (mandolinablog, segue lá) para você por para tocar no seu café da manhã. :-)