Fazer pão

Uma das coisas que mais gosto de fazer é... assar! Adoro fazer coisas de forno. Quem não gosta do cheiro de pão, ou bolo quentinho?

Coisas feitas no forno dão um orgulho quando ficam prontas, não é? Principalmente massas.

Fico hipnotizada pelo processo de misturar farinhas, fermento, amassar, observar o crescimento. E fora a mágica, porque quando se trata de amassar, a alquimia tem que ser perfeita. É uma terapia.

No ano passado, resolvi fazer um curso para entender melhor o processo de fazer pães, pois já fazia de tudo, mas eu estava certa que meu pão podia melhorar. Foi aí que me apaixonei de vez. Todos os pães que aprendi foram com o fermento biológico, mas o próximo que quero aprender é fazer pão italiano com fermento natural.

Essa receita, que vou mostrar abaixo, eu reservo para dias especiais. O visual dela é impactante, e o sabor mais ainda. É aquela receita para comer de vez em quando, mas sem peso na consciência. Experimentar ao final é uma recompensa pelo trabalho de fazê-la (mentira... fazer até que não é muito difícil, mas essa é uma receita "com emoção", adrenalina pura na hora de montar hahaha).

Toda vez que faço é um sucesso. Para experimentar com a galera, junto com amigos e família.

Uma produção caipira para oRnar com o tema.

Uma produção caipira para oRnar com o tema.

Experimente! E se tiver alguma dúvida, me "grita".

ROSCA DE QUEIJO

Massa:

  • 30 g fermento biológico fresco
  • 12 g de açúcar
  • 12 g de sal
  • 240 ml de leite morno (não esquente muito para não estragar o fermento)
  • 30 ml de óleo
  • 3 ovos
  • 480 g de farinha de trigo
  • 20 g de parmesão para polvilhar por cima da rosca antes de assar

Recheio:

  • 150 g de manteiga em temperatura ambiente
  • 150 g de parmesão
  • 200 g de creme de leite de caixinha (de lata é muito líquido)

Modo de preparo:

Meça os ingredientes. Em uma bacia, dissolva o fermento no leite morno com metade da farinha. Cubra com filme plástico e deixe crescer por 20 minutos ou até espumar. Acrescente o restante dos ingredientes e sove a massa até ficar homogênea e desgrudar da tigela. Se necessário, adicione mais farinha de trigo aos poucos, 1 colher por vez, até ser possível moldá-la mas ainda assim ficar úmida.

Deixe a massa descansar coberta com filme plástico por 1 hora ou até dobrar de volume. Enquanto isso, em uma vasilha separada, misturar a manteiga, o queijo ralado e o creme de leite. Reservar.

Abrir a massa em um retângulo, como se fosse um rocambole, espalhar o recheio e enrolar. Cortar 8 fatias e colocá-las de pé, com o lado cortado para cima de forma a mostrar o recheio, em uma forma grande de pudim untada e enfarinhada. Polvilhar o restante do parmesão. Colocar para assar por aproximadamente 1 hora a 180 graus em forno preaquecido ou até dourar. Dica: colocar uma assadeira na grade embaixo pois o queijo pode espirrar no forno (não tente colocar uma assadeira dentro da outra, deixará o pão com uma casca dura). E pode ser criativo no recheio! Adicionar ervas, tomate seco, azeitona, embutidos... a imaginação que manda!

Eso sí que es vida. :-) Foto: Mandolina Blog

Eso sí que es vida. :-) Foto: Mandolina Blog